quarta-feira, 31 de março de 2010

Araçatubense Carlos Eduardo Gabas é o novo Ministro da Previdência Social

Carlos Eduardo Gabas - Araçatubense
                                                           Elza Fiúza-Ag. Brasil


Servidor público assume Ministério da Previdência

Lísia Gusmão - Repórter da Agência Brasil

Brasília – Primeiro servidor público a assumir o Ministério da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas fez hoje (31) uma forte defesa do sistema previdenciário, ao receber o cargo do antecessor, José Pimentel, que deixou o governo para disputar as eleições de outubro.

Comovido, Gabas afirmou, em discurso, que a Previdência deixou de ser "um mal” e passou a ser a maior política de distribuição de renda do país. “A Previdência foi duramente atacada. Era tida como um problema, um mal que deveria ser extirpado. Era simples a alternativa da previdência privada. Mas qual empresa privada vai olhar para os pobres? Tivemos que lutar para que a Previdência não sucumbisse”, disse Gabas.

Para ele, não adianta o país crescer sem olhar para as pessoas. "A Previdência é a maior política de distribuição de renda.”

Gabas acrescentou que a sociedade brasileira não aceitará retrocessos, não importa quem seja o novo presidente da República. “Não sei quem será o presidente em 1º de janeiro de 2011, mas a sociedade brasileira não aceitará retrocessos. Este país pode realizar as coisas, recuperou sua autoestima”, disse ele, em referência ao discurso do presidente Lula na cerimônia de posse dos dez ministros que substituíram os que se candidataram às eleições de outubro.

Servidor público desde 1985, quando ingressou como agente previdenciário, Carlos Eduardo Gabas assumiu a Secretaria Executiva do Ministério da Previdência em 2005. Agora, substitui José Pimentel pré-candidato ao Senado pelo PT do Ceará. “Aqui na Previdência não tem substituição. O que tem é continuidade”, afirmou Pimentel.

Também participaram da cerimônia de transmissão de cargo os ex-ministros da Previdência Ricardo Berzoini, Romero Jucá e Luiz Marinho. Todos ressaltaram que o sistema previdenciário deixou de ser um problema para o Estado.

“A Previdência movimenta um volume de dinheiro do tamanho do da Petrobras. Problemas sempre existirão. O importante é a capacidade de recursos humanos e tecnológicos, e a vontade política para transformar problemas em soluções”, afirmou Berzoini, primeiro ministro da Previdência do governo Lula.

Edição: Nádia Franco

As imagens são de Elza Fiúza da Agência Brasil. (Clicando sobre as imagens, elas serão ampliadas)



Nesta imagem podemos verificar que vários Araçatubenses, dentre parentes, amigos e políticos, estiveram na cerimônia de posse do novo Ministro, dentre eles destacamos seu tio Anésio Gabas, Diretor Financeiro do DAEA, O Prefeito Cido Sério, o Vice-prefeito Carlos Hernandes, a Secretária de Ação Social Cidinha Lacerda e o Vereador Ermenegildo Nava.





Gabas, parabéns e que o seu trabalho à frente deste Ministério faça com que os Araçatubenses sintam muito mais orgulho de você. Que Deus o abençõe.

RESUMO SESSÃO CÂMARA VEREADORES ARAÇATUBA

Resumo da 9ª sessão ordinária do ano de 2010.

quarta-feira, 24 de março de 2010

segunda-feira, 22 de março de 2010

Dia Mundial da Água

Hoje comemoramos o Dia Mundial Da Água.



Sabendo usar, não vai faltar!!!


terça-feira, 16 de março de 2010

Situação de emergência em Araçatuba é reconhecida pelo Governo Federal

União reconhece situação de emergência


Na última sexta-feira (12) a Secretaria Nacional de Defesa Civil reconheceu a situação de emergência declarada pelo município em 28 de janeiro e homologada pelo Estado em 9 de fevereiro. Com a formalização, a administração municipal ganha mais agilidade na liberação de recursos para os projetos de recuperação dos pontos mais atingidos pelas chuvas de janeiro. A Prefeitura aguarda a liberação de R$ 5 milhões do Governo Federal para o início das obras. No total, foram protocolados projetos que somam R$ 23 milhões. O município vê como prioridade nestas recuperações a Avenida Joaquim Pompeu de Toledo, onde o córrego Machadinho apresenta quadro avançado de erosão das laterais, atingindo parte do passeio público e com potencial de expansão.

Após a chuva do dia 30 de dezembro, quando as inundações começaram e desencadeou-se o processo de deterioração em diversos pontos, seguiu-se um período de pancadas intensas durante janeiro, o que causou danos críticos em 22 localidades, incluindo a zona rural. No dia 27 janeiro, o major do 2º Batalhão da Polícia Ambiental de Birigui e coordenador regional da Defesa Civil, Deocleciano Borella Júnior, esteve em Araçatuba em vistoria a estes locais. No dia 28, o diretor de gerenciamento de emergência da CEDEC (Coordenadoria Estadual de Defesa Civil), o capitão PM Toni Kasai, passou o dia na Prefeitura junto com membros da equipe de governo preparando o formulário Avadan (Avaliação de Danos), que elencou todos os prejuízos que as chuvas causaram à cidade.

Araçatuba sofreu um desastre de grande porte, de acordo com a Defesa Civil Estadual, somando um prejuízo de R$ 48 milhões, valor próximo à estimativa que o município havia divulgado, que era de R$ 50 milhões. Com o reconhecimento do Estado, haverá mais agilidade na avaliação dos projetos enviados pela Prefeitura e na liberação de recursos. Em alguns locais, como na via Caran Rezek, que dá acesso ao bairro rural Engenheiro Taveira, o município se antecipou e executou a obra de recuperação da tubulação do córrego Paquerê, que cedeu e impediu o trânsito.


Fernando Verga – Assessor de Imprensa
DECOM – Departamento de Comunicação Social
PMA – Prefeitura Municipal de Araçatuba

Câmara de Vereadores - Resumo da 7ª Sessão Ordinária de 2010



Sessão morna.

quarta-feira, 10 de março de 2010

EXCELENTE NOTÍCIA

Hoje, 10 de março de 2010, na Feicana em Araçatuba, acontecerá um anúncio extraordinário:

INVESTIMENTOS NA NAVEGAÇÃO DA HIDROVIA TIETÊ-PARANÁ

...
..
.

terça-feira, 9 de março de 2010

CÂMARA DE VEREADORES - RESUMO

Resumo da 6ª sessão ordinária que aconteceu em 08 de março de 2010.
Duração da sessão: 5 horas.
Segue abaixo da imagem alguns comentários.



As discussões continuam na mesma toada: repetição, repetição, repetição, repetição, repetição, repetição, repetição, repetição e quando se dão conta do absurdo, reclamam e repetem, repetem, repetem, repetem, repetem...

...aliás, para refletir: Na sessão da semana passada teve um vereador que precisou ir para casa mais cedo, ligou a tv para acompanhar o término da sessão e pasmem, disse que não aguentou ouvir tanta repetição, repetição, repetição, repetição, repetição...     e desligou...     imaginem os eleitores.

Faço um apelo, senhoras e senhores vereadores, tenham dó dos nossos ouvidos, volto a repetir (acho que fui contaminado), leiam isto:

Atuação Parlamentar - uma análise crítica

...
..
.

sábado, 6 de março de 2010

INOVAÇÃO, TRANSPARÊNCIA E SERIEDADE

É isso mesmo, INOVAÇÃO, TRANSPARÊNCIA E SERIEDADE, é o que está acontecendo em Araçatuba.
O DAEA - Departamento de Água e Esgoto de Araçatuba, inovou na leitura do consumo de água com o início no último dia 04 de março do novo sistema de medição/leitura dos hidrômetros.
Agora, o técnico faz a leitura do hidrômetro e imprime na hora – no próprio local – a conta de água para pagamento em bancos ou lotéricas. Com isso, os consumidores podem conferir os gastos e comparar o consumo com outros meses, além de tirar dúvidas na hora. O engenheiro José Luiz Fares, Presidente do DAEA, destacou a economia que o novo sistema irá proporcionar a autarquia. “O custo para a leitura, impressão e distribuição no sistema antigo era de R$ 151 mil por mês. Agora, o custo operacional vai ser baixado para cerca de 60 mil reais, o que representa uma grande economia”, disse Fares. Isto demonstra a transparência e a seriedade com que vem sendo administrado o DAEA, um Departamento que já foi exemplo e orgulho para todo Araçatubense em um passado remoto e que nas últimas décadas estava sendo exemplo de desperdício, abandono e desrespeito aos consumidores, são atitudes como esta que irão resgatar os anos 'dourados' desta autarquia tão importante aos Contribuintes de Araçatuba. Parabéns Fares e continue o importante trabalho que vem realizando, pois sabemos que está só no início, pois muita coisa ainda precisa e vai mudar.

A imagem acima mostra como é a nova conta/fatura para a cobrança do consumo de água, coleta e tratamento de esgoto na cidade de Araçatuba e abaixo um vídeo mostra o novo procedimento de leitura.

quarta-feira, 3 de março de 2010

AINDA AS CHUVAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS

Interditada meia pista da Pompeu


Com as recentes chuvas que caíram em Araçatuba, o córrego Machadinho, que corta toda a Avenida Pompeu de Toledo, atingiu por diversas vezes sua capacidade máxima, causando diversos estragos. As chuvas do último fim de semana agravaram ainda mais a situação. Uma parte do talude, às margens do córrego, não suportou a pressão da água nem as erosões e cedeu. A secretária de Planejamento e Habitação, Denise Schneider, o secretário de Segurança Municipal, Dr. Delcir Getúlio Nardo e o secretário da SOSP – Secretaria de Obras e Serviços Públicos – Tadami Kawata, estiveram presentes no local na manhã de hoje, 02, para avaliar os danos.

Denise disse que não há medidas paliativas para o local. Cerca de 3,5 milhões de reais estão previstos para obras iniciais. A SOSP e o Planejamento estudam algumas medidas para tentar minimizar os danos e preservar a integridade física de quem passa pelo local. Várias medidas estão sendo estudadas. Uma delas é o desvio do fluxo de águas nas partes mais afetadas para diminuir a erosão. A princípio, a Prefeitura vai tomar medidas para proteger a vida e proporcionar segurança para quem transita pelo local. Tubos de concreto sinalizados vão interromper uma das pistas. Haverá um espaço para pedestres circularem. O município espera os 5 milhões do Governo Federal para iniciar as obras. Funcionários da SOSP vão recolher parte das estruturas de metal que estão dentro do córrego.

FONTE:
Yago Monteiro – Assessor de Imprensa

DECOM – Departamento de Comunicação Social

PMA – Prefeitura Municipal de Araçatuba

Nota do Editor:
Alguns flagrantes das chuvas de domingo à tarde - 28/fev/2010


Isto está ocorrendo por que nem o Poder Público e nem a população jamais se preocuparam com o tema:

DRENAGEM URBANA

A falta de Planejamento do Poder Publico e a falta de conscientização da população são as responsáveis por estas tragédias.


Uma luz no fim do túnel:

Agora que a Câmara de Vereadores aprovou um projeto do Executivo Municipal, autorizando (antes a lei proibia) que os moradores possam coletar, armazenar, tratar e reutilizar as águas provenientes das chuvas, as águas pluviais, é que veremos o exercício da CIDADANIA, será que as pessoas irão fazer isto, contribuindo assim para a diminuição das enchentes e dos alagamentos nas partes mais baixas da cidade,será?

Vale lembrar que hoje, nenhum empreendimento tem aprovada a sua execução sem que sejam executadas galerias e obras de drenagem em conformidade com as legislações pertinentes, isso é o mínimo que se esperava de uma Administração preocupada não só com o PRESENTE mas principalmente com o FUTURO da nossa cidade, coisa que nos últimos 20 anos não acontecia.

terça-feira, 2 de março de 2010

Resumo sessão Câmara de Vereadores

Resumo da 5.ª sessão ordinária do ano de 2010, realizada em 1º de março de 2010.

A sessão teve duração de 5 horas e 40 minutos (das 19:00 às 00:40).

Dos 13 projetos da Ordem do dia original:
1 foi retirado pelo autor (Executivo);
5 projetos foram adiados;
3 foram aprovados sem discussão;
Os 4 restantes monopolizaram as discussões, principalmente o último que utilizou praticamente 120 minutos dos 175 minutos de duração da Ordem do dia.